top of page
  • Foto do escritorThiago Tamiozzo

Os perigos da SKY gato

A gente ainda não te convenceu de que a Sky Gato é uma péssima escolha?


Então, neste artigo vamos trazer alguns fatos do perigo que é usar um serviço clandestino de TV para a segurança interna dos seus dados e de sua internet.


O que é a sky gato?


No passado, a sky gato era um serviço que as pessoas utilizavam onde o receptor tinha um código que burlava o sinal via satélite das grandes operadoras de TV.

As grandes operadoras, ao verem essa situação e sabendo que sua estrutura estava sendo usada ilegalmente por esses usuários, fez vários avanços e conseguiu conter este tipo de serviço, da maneira como era utilizada anteriormente.


Sendo assim, as TVs clandestinas fizeram um novo avanço. Desenvolveram um algoritmo para burlar constantemente os novos códigos de acesso que as grandes operadoras geravam, mas, para isso, os aparelhos precisavam estar conectados a internet para buscar essa informação online. Esta técnica é utilizada até hoje.


Nesta técnica, os travamentos da TV são caracterizados principalmente em momentos onde o receptor não consegue capturar o novo código de acesso para liberar o sinal e, consequentemente, o sinal da TV para de funcionar momentaneamente, até que o próximo código chegue e libere o sinal.


No próximo passo de evolução desta tecnologia, tivemos o IPTV, que faz a busca dessas informações diretamente pela internet. O IPTV em si não é uma tecnologia ilegal, inclusive temos várias plataformas de IPTV funcionais e legalizadas hoje, como o Directv GO.


O IPTV ilegal usa um conceito um pouco diferente da antiga “sky gato”. Em algum lugar do mundo, ou em vários lugares, existe um servidor que está recebendo as imagens e sons dos canais e retransmitindo pela internet.

Este servidor recebe essas informações, processa, armazena e reenvia aos receptores das pessoas que solicitam esses canais ao redor do mundo.


E quais são os perigos disso?


Vamos citar alguns dos perigos mais latentes neste artigo, pois existem inúmeros perigos que precisam de uma análise particular de cada caso para entender.


O número um é que, esse tipo de dispositivo e aplicativo pode apresentar um backdoor, uma “porta dos fundos”.

Na prática, essa porta dos fundos é um acesso sem autorização do usuário diretamente a este dispositivo. Esses acessos são utilizados geralmente para fazer ataques hackers em massa do estilo DDoS. Estes ataques são responsáveis por deixar provedores de internet, sites e provedores de conteúdo inacessíveis por horas, muitas vezes.


Outro perigo é que, este serviço é de fato ilegal pela legislação brasileira e por mais que não haja uma fiscalização vasta em cima disso atualmente, em algum momento isso pode ocorrer e acarretar algum problema legal para o usuário.


E um problema em relação ao usuário é que este tipo de serviço dificilmente tem um suporte eficaz. Como a estrutura necessária não pode ter uma transparência devido à ilegalidade, os serviços podem apresentar instabilidades e mau funcionamento por inúmeros fatores, como falta de link de internet suficiente no servidor de transmissão ou uma troca de localização dos servidores que pode afetar mais uns usuários que outros.


74 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page